O Comunista Exposto Front Cover

O Comunista Exposto

Desvendando o Comunismo e Restaurando a Liberdade

W. Cleon Skousen

Este livro foi a primeira grande síntese de informações sobre o comunismo publicada nos EUA num formato acessível e popular. Quem quer que queira entender o comunismo em seus fundamentos e em sua práxis deve começar por aqui.

Este livro foi a primeira grande síntese de informações sobre o comunismo publicada nos EUA num formato acessível e popular. Quem quer que queira entender o comunismo em seus fundamentos e em sua práxis deve começar por aqui. Em 1958, quando foi publicado pela primeira vez, nada era claro para os americanos quanto aos planos de ação do movimento comunista, mesmo porque não havia estudos organizados e traduções confiáveis dos documentos soviéticos. O comunista exposto foi literatura de base tanto para a CIA quanto para o FBI e serviu para conscientizar a nação inteira sobre o assunto. Nesta edição do sexagésimo aniversário do livro, o texto permanece em sua forma original contundente, com algumas adições: a mais impressionante delas é a lista atualizada das 45 metas do movimento comunista — todas elas, salvo uma, foram atingidas nas últimas décadas.

W. Cleon Skousen

W. Cleon Skousen

W. Cleon Skousen (1913–2006) foi um professor, autor e palestrante americano que lecionou em todos os estados e províncias dos EUA e em mais de 60 países do mundo todo. Formou-se em História e Direito, tendo se especializado na Constituição Americana e em Economia. Trabalhou no FBI por 16 anos; como Chefe de Polícia em Salt Lake City por quatro anos; como professor universitário por dez anos. Foi um escritor prolí_ co que escreveu três best-sellers nacionais: The Naked Communist, The Naked Capitalist e The 5000 Year Leap. Oito de seus livros foram usados como textos-base de disciplinas em universidades do país, muitos deles sendo traduzidos para diversas línguas. Skousen nasceu no Canadá, foi casado com Jewel Pitcher, teve oito lhos, 50 netos e mais de 150 bisnetos, e morreu em Salt Lake City, Utah.

Reviews

Avaliações dos clientes1000 PRINCIPAIS AVALIADORES
Quando lançado em 1958 não faltaram jornalistas e professores universitários que acusaram o autor de "teórico da conspiração" e "paranóico de direita". Max Blumenthal, um autor de bestsellers como "Republican Gomorrah'' chamou Cleon Skousen de ''direitista lunático". Podemos notar que até hoje o "Comunista Exposto" não foi analizado seriamente. Basta que se coloque o rótulo no autor e não é necessário discutir a validade de sua obra. Skousen possuia em sua biblioteca pessoal todas as obras dos pilares do comunismo: Marx & Engels, Lenin, Trotsky, Eduard Bernstein, Bernard Shaw, Karl Korsch etc. Sempre quando um jornalista ia entrevistá-lo em sua casa mostrava sua prateleira repleto dos clássicos do marxismo e socialismo. Nos primeiros capítulos o autor mostra a evolução do comunismo como doutrina objetiva para ação politica e teórica terminando na aplicação prática de Lenin e Leon Trotsky Na minha opinião, embora o livro seja extremamente profundo, a parte mais importante é onde podemos encontrar as provas de relação entre militantes e o grande capital. Provas não faltam. Entende-se melhor que forma os comunistas usam o capitalismo para destruir as bases civilizacionais. Uma vez que o grande capital por si só não escolhe beneficiar ''direitistas'' ou ''esquerdistas'' é extremamente importante saber o que acontece quando esse grande capital é usado para espalhar movimentos comunistas de massa. O comunismo não ataca o grande capital como pensa a grande parcela de esquerdistas e direitistas que nunca estudaram o assunto profundamente. Esse livro denuncia como a doutrina comunista sempre incentivou o ataque as bases civilizacionais. Não poderia ser diferente que o comunista se aproveite do grande capital para promover agendas destrutivas. Quando terminar de ler o livro o leitor terá diagnóstico mais correto sobre o quadro geral do "o homem marxista''
O Comunista Exposto Front Cover
O Comunista Exposto Back Cover